Aparecida de Goiânia: Sindsaúde se reúne com gestores para cobrar progressão profissional



Desde janeiro, os servidor@s da Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida de Goiânia não recebem a progressão profissional, um direito garantido pelo Plano de Carreira da categoria. Para cobrar o cumprimento da lei, a presidenta do Sindsaúde/GO,  e o diretor, Leocides de Souza, se reuniram na última quarta-feira (21) com o secretário de Administração e Recursos Humanos, Jório Rios, e o secretário da Fazenda, André Rosa.

Esta foi a primeira reunião, após várias tentativas nos últimos meses. Segundo a gestão, a justificativa para o atraso é a falta de margem financeira para aplicar a progressão. Para que os trabalhador@s não sejam prejudicados, o Sindsaúde tem pressionado a gestão para se posicionar.

A cobrança resultou em uma nova reunião que vai ocorrer no dia 5 de abril, onde deverá ser apresentada uma proposta de impacto financeiro sobre o cumprimento das progressões. O retroativo do valor que deveria ser pago referente às progressões também é uma reivindicação do Sindsaúde.

Flaviana Alves, aproveitou a ocasião para cobrar a realização do Laudo de Insalubridade dos servidor@s que trabalham em situação de riscos biológicos e físicos. Os gestores garantiram que a inspeção para a emissão dos laudos será realizada em todas as unidades de saúde, mas sem previsão de data.

 

23/03/2018