ENQUADRAMENTO NO PCR: última parcela finalmente será paga aos servidores da SES



Após muita mobilização, o Sindsaúde conquistou em 2014, o Plano de Cargos e Remuneração (PCR) para os servidor@s estaduais da Saúde. Ele representou um marco na valorização profissional desses trabalhador@s. Com a aplicação do PCR, muitos direitos foram garantidos, mas nem todos foram cumpridos. O enquadramento é um deles.

A boa notícia é que, diante da incansável luta do Sindsaúde, o secretário de Planejamento, Joaquim Mesquita, garantiu que o Estado quitará a terceira e última parcela do enquadramento dos servidor@s no mês de dezembro deste ano. A confirmação se deu em reunião - realizada no dia 21 de setembro - com Joaquim Mesquita no Palácio Pedro Ludovico Teixeira.

Depois de quase 20 anos de mobilização pelo Plano de Cargos e Remuneração, de muito esforço e persistência, finalmente será possível colher mais um fruto dessa luta.

Em 2014, quando o sonho do PCR se transformou em realidade, ficou definido em Lei que o enquadramento inicial seria concedido de forma gradativa e em três parcelas. A primeira foi paga em 2014 e a segunda que deveria ter sido quitada em 2015, foi paga em 2016. Dessa forma, o pagamento da terceira parcela foi transferido para 2017.

O valor desse benefício, que será pago em dezembro, poderá variar de 1% a 15% do salário. Isso acontece porque o percentual é proporcional à letra de referência de cada servid@r. Veja na tabela (verso) como ficará o seu salário com base na sua referência e mediante o pagamento dessa parcela.

Confira os quadros abaixo:

 

 

 

 

23/10/2017

Imagem: ww.solides.com.br