Paralisação força prefeitura de Senador Canedo negociar implantação do plano de carreiras



Após a grande repercussão que a paralisação da Unidade de Pronto Atendimento causou – na última sexta-feira (18) – na imprensa e na população de Senador Canedo, o secretário de Saúde Júlio Pina Neto, decidiu receber os trabalhador@s da Saúde e negociar a implantação do plano. A primeira reunião da Mesa de Negociação será na próxima quarta-feira (23), às 8 horas, na sede da Secretaria Municipal de Saúde.

Condicionando a abertura do diálogo à interrupção das paralisações, o secretário de Saúde irá receber a comissão de trabalhador@s para discutir os critérios e condicionantes para a formulação do Plano de Carreiras.

Apostando que só a luta dos trabalhador@s pode garantir que o Plano saía do papel, a presidenta do Sindsaúde, Flaviana Alves, esclarece que “essa é mais uma etapa da abertura do diálogo para a construção coletiva do Plano de Carreiras”. Ela acrescenta ainda que “o prefeito tem a obrigação de cumprir com a promessa feita durante a sua campanha eleitoral. Ele não pode nos dar as costas, agora, depois de eleito”.

Com essa sinalização da prefeitura, a paralisação na Maternidade Aristina Candida - que estava marcada para o dia 23 de agosto - foi suspensa para o inicio da Mesa de Negociação. Se não houver avanços na reunião com o secretário, o Sindsaúde pretende retomar a agenda de paralisações com maior intensidade.

21/08/2017