Sem pagar data-base, Marconi autoriza aumento de até 25% para diárias do Executivo



O decreto (Nº 9.026) do governador de Goiás, Marconi Perillo, publicado na última terça-feira (22), surpreendeu os goianos. Depois de cortar boa parte dos direitos do funcionalismo estadual nos últimos anos alegando dificuldades financeiras, o governador resolveu, por meio de um decreto, aumentar o valor das diárias do governo em até 25%, inclusive, para si mesmo e para o vice-governador. 

O valor gasto com diárias que já alcançava cerca de R$ 16 milhões, agora deve aumentar ainda mais. Outro gasto exorbitante que não sai da memória do servid@r é o repasse de - cerca de R$ 950 milhões, ou seja, quase R$ 1 bilhão - para as Organizações Sociais da Saúde em 2016, conforme apontou o relatório do Tribunal de Conta do Estado.

Enquanto isso, os servidor@s estaduais da saúde, continuam sem receber a data-base, com salário congelado e com os valores da gratificação de insalubridade, produtividade e periculosidade reduzidos em nome da “contenção de gasto”. 

Com rigor e ignorando um compromisso com a categoria, o governo de Goiás - sem explicar os motivos – chegou a parcelar a progressão dos servidor@s. O Estado pagou na folha de março apenas 2% do valor da progressão, ao invés de 3%. O restante ficou para dezembro.

A política de desvalorização do servid@r público tem se tornado uma das principais características desse governo e isso pode ser comprovado pelos constantes ataques aos direitos trabalhistas”, destacou a presidenta do Sindsaúde, Flaviana Alves.

Flaviana também acrescenta que, “apesar das investidas do governador – o Sindsaúde continua defendendo o trabalhad@r da Saúde como sempre tem feito. Com esse intuito, os esforços do Sindicato fizeram com que fossem mantidos (mesmo com a aprovação da PEC 3548/16) o quinquênio, a progressão e o concurso público. Conquistas que – exceto os acordos firmados com a Educação - nenhuma outra categoria conseguiu".

Acesse aqui o decreto.

Confira mais: 

Sindsaúde acompanha audiência que julgou recurso da ação sobre o corte de ponto

Governador transfere agenda que teria com o Sindsaúde para secretário da Segplan

Em Goiás, TCE quer mais transparência do governador nos contratos com organizações sociais

23/08/2017

Imagem: Mais Goiás