Sindsaúde debate desafios da classe trabalhadora na 15ª Plenária/Congresso Extraordinário da CUT



*Atualizada em 31/08/2017

Em mais uma ação que busca discutir os desafios da classe trabalhadora na atual conjuntura e avaliar novas estratégias na luta por nenhum direito a menos, diretores do Sindsaúde participaram, na última segunda-feira (28), da abertura da 15ª Plenária/Congresso Extraordinário da CUT. Com o tema “100 anos depois...A luta continua! Nenhum Direito a Menos”, o evento acontece no Espaço Immensità em São Paulo e segue até 31 de agosto.   

Para a presidenta do Sindsaúde, Flaviana Alves, que fez questão de participar do evento,  “lembrar os 100 anos da primeira greve geral é um momento imprescindível para refletir sobre a atual conjuntura sindical, social e econômica”. Ainda de acordo com ela, “também é crucial refletir sobre as conquistas e debater os desafios futuros da classe trabalhadora num processo de luta que tem sido muito árduo”.

A 15ª Plenária/Congresso da CUT lembra o centenário da primeira greve geral no Brasil e os 100 anos da Revolução Russa. O Congresso abriga uma exposição sobre a greve geral de 1917 organizada pelo Centro de Documentação e Memória Sindical (Cedoc/CUT) e pela Secretaria de Cultura da CUT, em parceria com o Arquivo Edgard Leuenroth, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

A secretária de Saúde do Trabalhad@r do Sindsaúde e adjunta da CUT Nacional, Maria de Fátima Veloso, é uma das coordenadoras da 15ª Plenária que se transformou em um Congresso. Na linha de frente dessa discussão, Veloso afirma que "será possivel sair com novos rumos e novas estratégias que possibilitarão mais avanços para o trabalhad@r".  

A cerimônia de abertura emocionou cerca de 800 delegadas e delegados de todo o Brasil e de 27 países, que foram a São Paulo para o evento. Além da direção nacional da CUT, a solenidade ainda contou com a presença de representantes dos movimentos sociais e das demais centrais sindicais. Entre os discursos, um fator comum: o reconhecimento do acirramento da luta de classes.

Além da presidenta do Sindsaúde, participam da 15ª Plenária/Congresso o secretário de Comunicação do Sindsaúde e representando a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social - CNTSS, Leocides Jose de Souza, e o secretário de Organização Política e de Base do Sindsaúde, membro da Executiva Nacional da CUT e presidente da CUT/Goiás, Mauro Rubem.

*Com informações da CUT Nacional  

 

Confira também:

Assembleia geral elege representantes da saúde para o 15º Congresso da CUT-GO

Sindsaúde participa de debate sobre a PEC 287 e a fragilização da Previdência Social

Sindsaúde participa de debate sobre conjuntura nacional durante 7º Congresso da CNTSS/CUT

 

 

 

29/08/2017