Trabalhadores aprovam filiação do Sindsaúde a FENTRASP



Por entender que o atual cenário exige organização e fortalecimento da luta da classe trabalhadora, o Sindsaúde realizou - na manhã desta quinta-feira (27) - uma assembleia extraordinária que aprovou, por unanimidade, a filiação do sindicato a Federação Nacional dos Trabalhadores em Saúde Pública (FENTRASP/CUT).

Na avaliação da presidenta do Sindsaúde, Flaviana Alves, a fundação da FENTRASP visa aumentar as representações dos sindicalistas nos mais diversos espaços públicos de deliberação coletiva sobre as diretrizes que devem guiar a estruturação e condução do Sistema Único de Saúde. “Somente com o aumento de representações nesses espaços públicos é que vamos conseguir propor e lutar por melhores condições de trabalho e salários dignos, além de uma assistência pública à saúde com qualidade e integralidade”, defendeu.

A secretária de Mulheres da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS), secretária adjunta de Saúde do Trabalhador da CUT Nacional e diretora de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora do Sindsaúde/GO, Maria de Fátima Veloso disse que hoje o Sindicato deu um importante passo na luta pela defesa dos trabalhador@s do SUS.

“A criação da FENTRASP irá fortalecer e ampliar as ações da CNTSS, que tem como princípio a defesa dos direitos relativos à saúde, à previdência e à assistência social dos trabalhador@s. Agora a nossa luta terá ainda mais força”, ressaltou.

A assembleia extraordinária escolheu ainda os diretores Ricardo Manzi, Leocides de Souza e Maria de Fátima Veloso, para serem os delegados que irão votar na eleição da direção provisória da FENTRASP.

27/07/2017