fbpx

Sindsaúde entrega à Casa Civil proposta de lei que inclui ACS e ACE no plano de carreira da saúde   

Sindsaúde entrega à Casa Civil proposta de lei que inclui ACS e ACE no plano de carreira da saúde   

*Publicada em 13.02.2020 às 17h7

A presidenta do Sindsaúde, Flaviana Alves, e outros diretores do sindicato entregaram ao chefe da Casa Civil, Jairo Cunha Bastos, nesta quinta-feira (13), a minuta do projeto de lei que incluiu os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Combate a Endemias (ACE) do município de Goiânia. Uma nova mobilização ficou agendada para o dia 19.

A entrega ocorreu nesta manhã no Paço Municipal durante mobilização das duas categorias. O compromisso é de que o documento será encaminhado ao prefeito. O Sindsaúde defende o envio o quanto antes do projeto para apreciação da Câmara Municipal. “Essa gestão já assumiu esse compromisso conosco, mas sabemos que com a proximidade do período eleitoral temos cada vez menos tempo para que projeto passe por todo o trâmite legal”, reforçou Flaviana Alves.

Benefícios

A inclusão das duas categorias na Lei Municipal Nº 8.916/10 que trata do Plano de Carreira especifico dos servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia traz vantagens significativas como a devida valorização do tempo de carreira desses trabalhadores, gratificação de 10 a 40%, aumento de 6,12% a cada dois anos (progressão), adicional de 10 a 30% referente a compensação de Difícil Acesso ou Difícil Provimento.  

Para a diretora do Sindsaúde, Maria de Fátima Veloso, o plano de carreira é um instrumento de gestão e de valorização do servidor. “Por isso, nos empenhamos em fazer com que ele seja uma realidade o mais breve possível para esses trabalhadores”.

Nova mobilização

Ficou acordada nova assembleia para o dia 19, às 14h30, no Paço Municipal. Na ocasião, diretores do Sindsaúde vão se reunir com o secretário municipal de Administração, Agenor Mariano.

Pressão na Câmara

Atuando em outra frente, diretores do Sindsaúde e um grupo de agentes estiveram na quarta-feira (12), na Câmara Municipal para buscar o apoio do Legislativo. O Sindsaúde percorreu todos os gabinetes e coletou a assinatura de vários parlamentares. Dos 35 vereadores, 21 assinaram o termo de compromisso.

Veja quem ainda não assinou:

Álvaro da Universo (PV)

Anselmo Pereira (PSDB)

Clécio Alves (MDB)

Denício Trindade (SDD)

Dra. Cristina (PSDB)

Dr. Paulo Daher (DEM)

Emilson Pereira (PODE)

Romário Policarpo (Patriota)

Leila Klebia (PSC)

Oséias Varão ( PSB)

Paulo Magalhães (PSD)

Priscilla Tejota (PSD)

Rogério Cruz (PRB)

Tatiana Lemos (PCdoB)

     

X
%d blogueiros gostam disto: