Sem avanços nas negociações, servidores da saúde sobem o tom contra Gustavo Mendanha

 Sem avanços nas negociações, servidores da saúde sobem o tom contra Gustavo Mendanha

A falta de avanço no diálogo com a Administração de Gustavo Mendanha (MDB) mobilizou dezenas de servidores da Saúde em Aparecida de Goiânia nesta terça-feira (9). Para pressionar a gestão a negociar as reivindicações da categoria, os trabalhadores fizeram uma manifestação em frente à Câmara Municipal e se reuniram com vereadores. Outras entidades sindicais se uniram aos trabalhadores

As principais cobranças pleiteadas pelos trabalhadores que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS) foram o pagamento da data-base de 2020 e a correção do índice de 2019, o cumprimento integral do plano de carreira, o cumprimento do piso salarial dos agentes de saúde (ACS) e de endemias (ACE), e realização de concurso público para substituir contratos precarizados.

O objetivo do ato era buscar do prefeito, Gustavo Mendanha (MDB) respostas para as reivindicações da categoria. O encontrou acabou não ocorrendo porque, segundo informações, Mendanha estava em viaje.

Os servidores foram recebidos pelos vereadores Willian Panda (PSB), e pelo presidente da Câmara, André Fortaleza (MDB), que abriram o plenário para discutir as pautas reivindicadas. Na ocasião, seis representantes da categoria foram convidados para a mesa de discussão. Entre eles, estavam o presidente do Sindsaúde, Ricardo Manzi, e a secretária Geral do Sindicato, Flaviana Alves.

De acordo com Manzi, a atitude dos vereadores de conversarem com os servidores é algo positivo, porém não é suficiente. “Todos os vereadores presentes no plenário se manifestaram à favor da causa, mas isso não basta. É o prefeito quem deve conversar com os trabalhadores e tomar uma decisão em relação as pautas reivindicadas”, afirma o presidente do Sindsaúde.

Encaminhamento

Sem recuar, os trabalhadores marcaram para a próxima quinta-feira (18), uma carreata. A manifestação se concentrará na Praça Matriz e de lá percorrerá ruas e avenidas até o prédio da Prefeitura, localizado no Residencial Solar Central Park.

Outras ações

Ainda durante a atividade, o Sindicato distribuiu um informativo ressaltando as principais ações realizadas pelo Sindsaúde no ano de 2020 em Aparecida de Goiânia. Intervenções como a regulamentação da função de condutor para os motoristas de ambulância, a conquista via ação judicial para obrigar a prefeitura a fornecer equipamentos de proteção individual e coletivo (EPIs e EPCs), entre outros progressos. No boletim também foi disponibilizado uma tabela que simula a remuneração dos servidores conforme todas as reivindicações salariais exigidas pelo Sindicato. Confira o informativo aqui.

Outras Notícias

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leitor de Página Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud