Tags : OS

Terceirizado, Hurso vive situação crítica com desistência de OS

Trabalhadores apreensivos, falta de insumos, medicamentos, alimentação, atendimentos comprometidos. Esse foi o cenário que diretores do Sindsaúde-GO encontraram durante visita ao Hospital de Urgências da Região Sudoeste Dr Albanir Faleiros Machado (HURSO), localizado em Santa Helena de Goiás e administrado por uma organização social. “Um ambiente de muitas incertezas”, descreveu o diretor Erivânio Herculano. O […]Ver Mais

Procuradora do MPT vai entrar com ação para evitar prejuízos

*Publicada em 18.11.2019 às 18h10 A presidenta do Sindsaúde, Flaviana Alves, se reuniu com a promotora do Ministério Público do Trabalho, Milena Cristina, nesta segunda-feira (18). O Sindsaúde expos a situação dos trabalhadores terceirizados do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Eles temem calote nos direitos trabalhistas durante a mudança de gestão que deve ocorrer […]Ver Mais

HUGO: mudança de OS é suspensa

*Publicada em 27.09.2019 às 9h43 Conforme o Sindsaúde tinha alertado no início desta semana, a data para que a nova INTS assuma o Hugo ainda é incerta. De acordo com reportagem do jornal O Popular desta sexta-feira (27), “a SES-GO suspendeu a transição e “reabriu prazo para recursos no processo de chamamento e desclassificação de […]Ver Mais

Estado planeja repassar pagamento dos salários atrasados diretamente a trabalhadores

Durante reunião entre o Sindsaúde e o Instituto CEM, foi informado que a Secretaria de Estado da Saúde (SES) estaria discutindo com o Ministério Público do Trabalho a possibilidade de efetuar o pagamento dos salários atrasados diretamente aos trabalhador@s terceirizados da Gerir. O Instituto CEM assumiu recentemente o Hospital Estadual de Urgências de Trindade Walda […]Ver Mais

Comparação de repasses às OSs

[pdf-embedder url=”http://www.sindsaude.com.br/web/wp-content/uploads/2018/10/NOVO_Comparativo-de-valores-repassados-às-Organizações-Sociais-da-saúde2c-a-partir-dos-relatórios-individuais-do-Portal-de-Transparência-e-da-SEFAZ-GO-2017-Atualizado-em-280918-1.pdf” title=”Sindsaúde_Repasses”]Ver Mais

Ministério Público recomenda que o Estado volte a administrar Hugo

A promotora de Justiça Fabiana Lemes Zamalloa do Prado recomendou ao secretário estadual de Saúde, Leonardo Vilela, a rescisão do contrato de gestão do Estado com a organização social Gerir, que faz a gestão do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) e do Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin). Ela pediu ainda que o Estado reassuma imediatamente […]Ver Mais

Organizações sociais na saúde: uma tragédia anunciada

Com o discurso de que as Organizações Sociais (OSs) iriam melhorar e ampliar os atendimentos hospitalares para a população, o governo de Goiás forjou em 2011 – à custa do sucateamento do patrimônio público – a necessidade de terceirizar os principais hospitais públicos do estado. Hoje, vivenciamos uma crise grave nos hospitais terceirizados que já […]Ver Mais

Funcionário fantasma do Hugo tem bens bloqueados pela Justiça

O juiz Élcio Vicente da Silva bloqueou os bens de Thiago Sobreira da Silva num valor que supera R$ 3,2 milhões e também determinou a suspensão de pagamento salarial pelo Instituto Gerir, com recursos públicos provenientes de contrato de gestão com a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Ele é acusado de ser funcionário fantasma da referida […]Ver Mais

Decisão judicial determina que OS deverá manter 100% de servidores

Com base numa decisão do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, A OS que administra o Hospital Geral de Goiânia Alberto Rassi (HGG) deverá manter seu quadro de trabalhador@s com 100% de servidor@s efetivos, isto é, todos deverão ser concursados. A sentença foi resultado de uma Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público Estadual e a decisão foi […]Ver Mais

Leitor de Página Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud