Após reivindicação do Sindsaúde, escala de técnicos de laboratório e biomédicos é mantida



Sindsaúde participou de reunião na última terça-feira (03) na Secretaria Municipal de Saúde para discutir a mudança de escala dos técnicos de laboratório e biomédicos de Goiânia. A Secretaria Municipal de Saúde convocou esses profissionais para passarem a exercer escala 12/60. Após a presidenta do Sindsaúde, Flaviana Alves, argumentar que a mudança seria prejudicial para os trabalhador@s e não resultaria em qualidade, a Gestão optou pela manutenção da escala atual até a recomposição da força de trabalho.

Flaviana alega que estão remanejando profissionais, nos Cais Campinas e Novo Mundo, deslocaram quatro técnicos de laboratório e uma biomédica para compor o quadro do Cais Urias Magalhães, “estão colocando um profissional para cobrir o outro, tentando passar a impressão que todas as unidades estão funcionando normalmente.”.

Atualmente, a saúde de Goiânia passa por um momento crítico, os profissionais têm feito além do que podem para atender a população com qualidade, trabalham sem os equipamentos necessários e até exercem funções que não lhes cabem. Diante disso, foi passado para a responsável da área de Laboratórios e para o Superintendente de Rede e Atenção à Saúde, Silvio José de Queiróz, que alterar a escala dos profissionais seria uma injustiça.

Ainda na ocasião, diretor@s do Sindsaúde se reuniram com os técnicos de laboratório e biomédicos na porta do Paço Municipal para discutir a realidade das unidades de saúde da capital. “O problema está na falta de força de trabalho, os profissionais estão cumprindo sua carga horaria corretamente, no entanto, para diminuir a sobrecarga de trabalho, seria necessário a realização de concurso público para os profissionais da área.” afirma a presidenta do Sindsaúde.

04/04/2018

Imagem: Blog da Prefeitura de Goiânia