Em audiência pública, Sindsaúde diz não à PEC da previdência estadual

Em audiência pública, Sindsaúde diz não à PEC da previdência estadual

*Publicada em 07.11.2019 às 11h10

Compromissado com a defesa dos direitos dos servidores da Saúde, a presidenta do Sindsaúde, Flaviana Alves, participou ontem (6) da audiência pública que debateu a Reforma da Previdência proposta pelo Governo estadual.

Entre as medidas previstas está a criação de uma alíquota extra de 8%, suspensão da gratificação do quinquênio, a redução do tempo de amamentação de 1h30 para 1 hora e até a possibilidade de aumento da contribuição ordinária de 14,25%.

O Sindsaúde repudia essa PEC do governador e se compromete com cada servidor da saúde em estar junto com a categoria dizendo não a esta reforma ou a qualquer outro projeto de lei que venha retirar direitos”, salientou Flaviana Alves.

Flaviana também lembrou que é preciso esclarecer onde está registrado no cálculo atuarial da Goiás Prev as ações da Saneago adquiridas com a contribuição do servidor público.

A deputada Adriana Accorsi, classificou a PEC estadual de “cruel”. “Essa proposta do governo é cruel, coloca o servidor em estado de vulnerabilidade e gera instabilidade nos postos de trabalho porque retira todos os nossos direitos adquiridos”.

Para o diretor do Sindsaúde e presidente da CUT- Goiás, Mauro Rubem, o Governo de Goiás tem reproduzido o cenário estadual as mesmas medidas adotadas no âmbito nacional. “Goiás assumiu o mesmo projeto do governo federal que desmonta direitos. O governador está assumindo esse projeto de forma cega, muda e surda”, afirmou.

Encaminhamento

Ficou acordado que as entidades faram na próxima terça-feira (12) uma mobilização com os parlamentares a fim de sensibilizados contra a PEC da Reforma. O objetivo é entregar inclusive para o governador Ronaldo Caiado (DEM) um documento com as reivindicações dos servidores.

O evento que ocorreu no auditório Costa Lima da Assembleia Legislativo de Goiás foi coordenado pela deputada Adriana Accorsi (PT). O debate reuniu entidades e servidores da Saúde, Segurança Pública e Educação.

Além da presidenta do Sindsaúde, Flaviana Alves, e diretor Mauro Rubem, também participaram da audiência os diretores do Sindsaúde Erivânio Herculano, Irani Tranqueira e Luzinéia Vieira; os deputados Delegado Eduardo Prado e Claúdio Meireles, a presidenta do Sindicato dos Trabalhadores da Educação em Goiás,  Bia de Lima; a presidente do Partido dos Trabalhadores em Goiás, Kátia Maria; o gerente de Atuária e Dados Previdenciários da GoiásPrev, Fenando Guedes; o presidente da Ugopoci, José Virgílio, entre outros.

Assista ao vídeo:

 

X
%d blogueiros gostam disto: